10 setembro, 2009

Entraves da Felicidade

Eu acho que estava mais do que certo
Todos os dias eram dias de ficarmos juntos
Problemas existiam, e eram parte do combustivel que nos unia

A felicidade era muito grande
Meu sonho parecia estar proximo de se realizar
Mas acho que algo se perdeu no caminho

Parei de ouvir vc falando
Descobri que outros sabiam mais do que eu
E fiquei perdido

O que eu achei que era sabido por ambos
Era que os problemas são barreiras
E todas elas devem ser transpostas

A corrida nunca acaba, algumas epocas ela fica mais tranquila
Porem o tempo traz sempre mais e mais
E logo após cada barreira existem os presentes

No começo sao brindes
Depois, bonitas caixas
Logo apos surgem as grandes bençãos, os filhos

Mas a prova para saber se estamos prontos ou nao
Sao estas barreiras, que insistem em nos machucar
Quando as pulamos, e sem querer ralamos as pernas ou caimos de peito em sua frente

E se vc parar em frente a uma barreira
Pensar e pensar, será que vou?
É pq nao vai mais, a vida tem que ter um embalo

Só assim pulamos alto e longe
Suficiente para continuar correndo no embalo
E se o outro cai a frente puxo lhe pelo braço e trago comigo

Falhei?Ficastes?Desistisse?
Muitas são as duvidas
Mas o vazio deve dar lugar a novos ventos

Pois agora corro com apenas o vento ao meu lado.

2 comentários:

João Tainha disse...

Homem elefante? Medo dessas coisas hein...O Tonico aqui do POrto tinha esse apelido, mas não sei por quê.. oO

Mila ;* disse...

seu comentário no meu blog daria um belo post ! rs

Quanto ao texto, excelente.
Te espero mais vezes no meu blog ;*